Inteligência emocional: O que é e por que é tão importante para você?

Antigamente o que mais e ouvia falar era o QI (Quociente de Inteligencia), as pessoas eram colocadas em rankings de acordo com o número de acertos ou erros em determinado teste e isso ditava qual era seu valor para a sociedade.

Ok, estamos sendo um pouco exagerados aqui, mas a verdade é que por muito tempo as empresas e nós mesmos acreditamos que lidar melhor com lógica e números e textos era um indicador primordial de inteligência. Hoje, esse quadro está mudando e queremos que você fique por dentro das novas tendências do mercado, pois isso será muito importante no futuro.

Você provavelmente já ouviu falar de inteligência emocional. O que talvez ainda não saiba é o quanto isso é importante para as empresas hoje em dia. Os testes para vagas de estágio e trainee não englobam apenas lógica e inglês, eles também tem uma parte importantíssima de Inteligência emocional e personalidade – como já falamos por aqui, não é só importante você se encaixar na empresa mas sim que a empresa se encaixe a você.

Pois bem, vamos ao que interessa, o que é inteligência emocional? Basicamente, inteligência emocional é a capacidade de um indivíduo de gerenciar suas emoções e a de outros a sua volta. Isso significa que em momentos de crise (pessoais ou profissionais) você conseguirá lidar com seus sentimentos e com os daqueles a sua volta. Existem algumas características chave que descreveremos abaixo:

Empatia

Você é uma pessoa curiosa, mas não apenas com questões que lhe interessam e sim com pessoas. Pessoas a sua volta, mesmo aquelas que não são suas amigas, as quais você nem conhece ainda. Ter vontade de conhecer o “outro” é uma característica muito importante de uma pessoas com inteligência emocional elevada. Isso mostra que você tem uma tendência a ser mais empática e não só consegue como quer entender as pessoas a sua volta.

Autoconhecimento

Quando nos conhecemos bem, conseguimos entender o por que se certas emoções. Quais os motivos que falhamos e como podemos melhorar. O primeiro passo para melhorar sua capacidade de empatia é entender a si mesmo melhor, assim quando você estiver para baixo, você saberá o por que. Quando você estiver para cima, entenderá o motivo e quando falhar, saberá o que houve de errado e conseguirá melhorar sua performance para o futuro. Pessoas que tem baixa inteligência emocional em geral não conhecem seus defeitos e suas forças e isso pode impedir que entendam a si mesmos em momentos de crise. Quando se tem uma inteligência emocional alta é possível dizer sim e não com clareza e entender qual o momento para cada coisa em sua vida.

Saber ouvir

Não é apenas esperar que o outro termine de falar para que você comece com seu argumento, é realmente ouvir o que ele tem a dizer, absorver a informação. A capacidade de prestar atenção em alguém – ou algo – é muito importante, caso contrário mais da metade do que você absorver durante o dia entrará por um ouvido e sairá pelo outro e sua capacidade de entender o que o outro está sentindo será infinitamente menor.

 

Existem inúmeras maneiras de se desenvolver a inteligência emocional. São características que não só vão ajudar você quando se tornar um líder no futuro mas para ser um bom colega de trabalho, trabalhar bem em equipe e, acima de tudo, melhorar seus relacionamento pessoais. Pense nas características acima: qual foi a última vez que você se interessou por outra pessoa? Talvez seja a hora de você começar a trabalhar essa ferramenta, pois pode ser essencial em uma dinâmica ou entrevista!

 



Voltar