Como responder as perguntas clássicas de uma entrevista?

O RH tem algumas perguntinhas básicas que todo mundo já sabe. O problema é: você sabe responder a essas perguntas? Pois é, não adianta você responder que é perfeccionista demais e que esse é o seu maior defeito. Você não vai conseguir enganar o recrutador, ele já ouviu essa resposta pelo menos umas 1000 vezes antes de chagar a sua vez. Pensando nessas principais perguntas, bolamos algumas dicas para ajudar você a se preparar para a entrevista.

1.      Qual é o seu maior defeito?

Não, não adianta falar que você é muito perfeccionista. Essa resposta é batida e ninguém acredita em você. Pode ser que na primeira vez que fizeram essa pergunta essa resposta tenha sido aceita mas hoje em dia nós temos que pensar que a relação das empresas com os candidatos mudou, e assim como são cobradas por maior transparência em seus processos, elas esperam o mesmo de vocês. Mas então, como responder a essa pergunta? A resposta é fácil: seja sincero. Todos nós temos defeitos e essa pergunta não é para escolher a pessoa mais perfeita, mas sim a mais preparada e madura.

Por isso é importante fazer uma auto avaliação sobre quais são seus pontos fracos e quais são os fortes. Tente pensar em como você está tentando melhorar seus defeitos e mencione essas ações na entrevista. Isso mostrar que você se conhece e que busca melhorar sempre.

2.      Vencer obstáculos e alcançar objetivos.

Para saber responder a típica pergunta: “Nos conte sobre um momento em que você precisou lidar com um obstáculo para alcançar seu objetivo final”, é preciso lembrar de sua trajetória até ali. Pense em pequenos ou grandes objetivos de vida que você teve e como você fez para alcança-los. Eles podem ser desde fazer um intercâmbio, passar no vestibular, ou até mesmo situações relacionados com seu antigo emprego. O importante é que você lembre claramente quais foram os problemas enfrentados e como você fez para ultrapassá-los.

Nessa hora é legal ser sincero, ou seja, se você passou por dificuldades é importante mostrar que conseguiu passar por elas. Não é inteligente falar que nunca teve problema nenhum ou que não alcançou nenhum objetivo. Todos passamos por situações que nos ensinam e nos fazem crescer, mostre isso ao recrutador sem medo.

3.      Como lidamos com opiniões contrárias?

Essa pergunta é uma das mais importantes: “Como você lida com uma situação em que as pessoas não concordam com você?”. Quem já fez alguma entrevista já ouviu essa pergunta e sabe como é difícil responder com sinceridade. Mas a verdade é que a empresa busca, eles querem entender qual é a sua personalidade e se ela se encaixa tanto na vaga quanto na equipe.

Existem situações em que eles buscarão pessoas mais firmes, que demoram a arredar o pé... outras podem procurar pessoas que saibam ser diplomáticas e consigam ceder com mais facilidade. Por exemplo, uma pessoa que trabalhará em projetos precisa saber ceder e precisa saber trabalhar em equipe, agora uma pessoa que trabalhará no financeiro precisa ser mais firme em suas decisões e terá um trabalho mais solitário.

Todos possuem um lugar no ambiente de trabalho e o melhor que você pode fazer é lembrar de um momento clássico onde você teve que lidar com outras opiniões. Pode ser uma venda que você fez e teve que convencer o cliente, ou como você convenceu sua mãe te deixar viajar sozinho pela primeira vez, ou até mesmo um experiência em grupo na faculdade.

Por fim, transmita qual era o objetivo final e quais eram as opiniões, em seguida deixe claro como você fez para tentar chegar a um consenso: Você argumentou baseado em algum fato/pesquisa? Você ouviu o outro lado? Você fez aliança para ajudar a pressionar o outro lado? Qual o resultado final?

Não tenha medo dessas perguntas, elas fazem parte da sua história e você pode inclusive mostrar o que aprendeu com essas experiências. De qualquer forma, a melhor dica que podemos dar é: seja sincero e conheça a si mesmo. Não existe fórmula mágica, autoconhecimento é a chave para responder com tranquilidade a essas perguntas. Uma vez que você já tem uma situação para cada uma, você pode aperfeiçoar as respostas e atualizá-las na medida em que você ganhe mais experiência e mais aprendizado para dividir em entrevistas.



Voltar